Domingo, 2 de Janeiro de 2005

Não te entendo coração!

Mas se não amo, nem posso,
Que pode então isto ser?
Coração, se já morreste,
Porque te sinto bater?
Aí, desconfio que vives
Sem tu nem eu o saber.

Porque a olho quando a vejo?
Porque a vejo sem a olhar?
Porque longe dos meus olhos
Me andam os seus a lembrar?
Porque levo tantas horas
Nela somente a pensar?

Porque tímido lhe falo,
E dantes não era assim?
Porque mal a voz lhe escuto,
Não sei o que sinto em mim?
Porque nunca um não me acode,
Em tudo o que ela diz sim?

Porque estremeço contente
Quando ela me estende a mão?
E se aos outros faz o mesmo,
Porque é que não gosto então?
Deveras que não me entendo,
Nem te entendo coração.

Ou me enganas, ou te engano,
Se isto amor não pode ser,
Não atino, não conheço
Que outro nome possa ter!
Aí, coração que vivemos
Sem tu nem eu o saber…

João de Lemos
publicado por mar_te às 22:16
link do post | comentar | favorito
"As ondas quebravam uma a uma Eu estava só com a areia e com a espuma Do mar que cantava só para mim. " -Sophia de Mello Breyner Andresen-

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. Obrigada...

. Brandi Carlile

. Salvem os Ricos...

. Fim

. Lágrimas Ocultas

. Simplesmente...

. Eu queria ter o tempo e o...

. Muse - Unintended

. Adele - Cold Shoulder

. Morcheeba - Enjoy The Rid...

. Brandi Carlile - The Stor...

. Feliz dia Mundial da Cria...

. Flores...

. Eu Amo Tudo o Que Foi

. Mulher!!

. Silêncio e tanta gente

. A vontade...

. * _*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_...

. Desejo partir…

. Inscrição

.arquivos

blogs SAPO
Marinheiros

.subscrever feeds